h1

Ser Singular

11 agosto, 2004

Donde na vida alguém pode dizer?
O que você é? Quem ou quando?
Somente sobrevoando os telhados,
é que se define o “eu”,
e assim, define o mundo a sua volta!

Quem vê, verdadeiramente, o faz consciente,
ímpar e singular como a flor que acaba de se abrir,
e descobre que o mundo, ah o mundo,
é tudo aquilo que ela queira tocar,
e nada esta além do seu toque!

Este é o ser singular! sou eu,
é você, é todo e qualquer um que assim o conseguir…

ver!!!!

Comentários:
————————————————
[Trotta] [http://homepage.mac.com/trotta/]
Nossa, legal pacas o seu texto, cara! Gostei! 😀

12/08/2004 20:51

[Má] [marilia_rodrigo@uol.com.br] [http://ro_ma.vila.bol.com.br]
Tinha me esquecido do quão poeta você é…. parabéns!

12/08/2004 19:28

[Patty]
Discuções, dicertações e poesia? certamente sim, mas eu diria um ‘pouquito más’, eu diria que tem arte no teu escrito….Ro, vc esvrece de maneira admirável, parabéns!!!!!!

12/08/2004 12:41

[Jailson]
Fala mano, a mensagem não vou comentar, mas porque essa foto macabra ai do lado??? Valeu …

11/08/2004 11:58

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: