Archive for novembro \30\UTC 2004

h1

Correria insana da vida.

30 novembro, 2004

Vida, movida, remoída, pelos moinhos do destino.
Traçados, tortos das idas e vindas.
Caminhos errados e certos juntos na mesma linha.
Labirinto de mim mesmo tentando interpretar a realidade.
Realidade minha e de mais ninguém.
Visão que não é compartilhada pelo simples fato de não poder ceder meus olhos…
Pois estas estão amarradas a mim como tecido, músculo, osso…
Interpreta a ação e inverte o sentido.
Faz a reação e não há motivo.
Inércia do movimento repelido e não entendido.
Respeito devido e não querido.
Não pelo respeitador, mas sim pelo respeitado.
Idéias misturadas numa mente obtusa.
Obtusas realidades, misturadas, misturando e formando um ser.
Simples e complexas são as verdades.
Pois contem os olhos e olhares dos seus donos…
Querer entender o olhar do outro…
Mergulhar no buraco negro, abismo aberto da alma.
Dificuldade sim esta ser…

Comentários:
———————————————————-
[Ma]
rs… prefere essa a uma Harley?

30/11/2004 19:45

RESPOSTA:
Dificil responder… Dificil escolher… Então as duas!!!!

[Trotta]
Eu já tinha visto essas fotos. Muito esão essa moto, né? E até a roupinha vermelha do Kaneda eles tão vendendo também! Que maldade que é só no Japão! Bem que eu guardava dinheiro e aprendia a andar de moto só pra ter uma dessa.

30/11/2004 12:06

[Patty]
sérinho mesmo?

30/11/2004 10:26

h1

Se algum dia…

30 novembro, 2004

Algum de

h1

Tetso

30 novembro, 2004

tetsuo.jpg
Quem de nos está pronto…
Para saber a realidade?
Para ter a noção da verdade…
O poder está em você!
Em mim e em todos.
Já começou…
Sua amiga, amigos, filhos.

Comentários:
——————————————————-
[TQ] [thiagoquinteiro@hotmail.com]
Também acho que não existe uma realidade e sim várias. Pior do que ter está noção é saber que a maioria das realidades ou mundos existentes são contruídos pelos próprios homens nas diversas instituições socias. Bem mas isto já é sociologia do conhecimento, teoria que estuda a contrução social das realidades, outra hora falamos mais sobre isto. Quanto a verdade, bem ela pode ser qualquer coisa ou até mesmo não existir se levarmos em conta as várias realidades posssíveis. Prefiro acreditar que a verdade é aquilo que a gente quer ouvir.

14/12/2004 08:15

[Kelly]
Legal!

01/12/2004 08:39

[Ananda] [http://dark666angel.weblogger.com.br]
Hei Rodrigo! Tb não sabia que vc tinha um blog!!! Voltarei sempre pra conferir as novidades… ele está muito legal!!! Beijos…

01/12/2004 24:17

[Ananda] [http://dark666angel.weblogger.com.br]
Hei Rodrigo! Tb não sabia que vc tinha um blog!!! Voltarei sempre pra conferir as novidades… ele está muito legal!!! Beijos…

01/12/2004 24:17

[Ma]
Concordo quando diz que o poder está em cada um de nós… é gostoso viajar tendo essas conversas filosóficas com vc…

30/11/2004 19:47

[Patty]
Vms respeitar nossas vontades e limitações, vms sorrir, a vida é boa pra caralho, não precisamos saber de onde, pra onde, pq…precisamos sim aproveitar essa porra direito, te espero no dia inaugural da esmola da vida, pra colocarmos isso em dia, rs. regado a muita ‘poesia’…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

30/11/2004 12:38

[Trotta]
YESSSSS!!! Tetsuo é o MAIS ultra-super-mega-foda! 😀

30/11/2004 12:03

[Asphodel (em nome da Eite93)] [www.elite93.zip.net]
é preciso ter olhos preparados para se ver a verdade em todo o seu paradoxo… talvez não exista uma realidade, ou duas, ou três…. quem sabe nem nós somos reais ao certo…. Tudo é permitido, nada é verdadeiro

30/11/2004 11:45

h1

Devaneio

29 novembro, 2004

Olhe nos meus olhos, mostre-me a verdade.
Vontade renovada na beleza do bem.
Pureza imaculada do olhar daquele que viu o mundo.
E sobreviveu…

Sede a vontade a água, bebida na fonte da vida que emana do coração.
Limpa e purifica meus amigos.
Guarda e alivia minha alma.

Torna e retorna a fonte…
Nascente, fé, imensidão…

Comnetários:
—————————————————–
[Patty]
quase uma prece…

30/11/2004 10:09

[Ma]
Parabéns pelo belo texto!

29/11/2004 23:39

h1

Find the Red Queen

29 novembro, 2004

find_d_red_queen.jpg
O que você faria?
Perdeu a chance, foi achado…
Não tomou a pílula e foi deixado…
O que fazer agora? Em quem acreditar?
O que sobrou?
Quem vai sobrar?
A espera de despertar do que já sabe ser um sonho…
E sem saber como o fazer…
O que fazer num mundo onde só você sabe a realidade…
Será que ainda é realidade?
Ou a realidade depende dos outros?
Se todos acreditam passa a ser real?
Existe alguma coisa que você não acredita?
Ou Melhor, ainda não sabe que existiu, existe ou existia?
Você realmente acredita em ácaros?
Em viroses…
Ou poderia ser outra forma de controle ou monitoração das baterias?!?!

Welcome! To the desert of the real!

Comentários:
———————————————————————–
[Ma]
Snif… eu não ganhei resposta!!! Snif…

30/11/2004 19:36

[Patty p/ Trotta]
E vc qdo virá fazer parte da nossa turma nos dias de sexta?

30/11/2004 12:33

[Patty]
Baterias…nain, baterias não tem poesia…coração, mente musculo, errar acertar, levantar, doer, sorrir…… Jhonny Deep em Don Juan De Marco dá um show de interpretação ao dizer: ‘Sei que isso não é uma vila e que estes não são seus empregados e que vc não é Don Antonio Del flores, sei que estou num hospicio e que eles são enfermeiros, e que vc é um psiquiatra, mas se me faz bem acreditar que isto é uma vila, que vc é tio do meu inimigo e que sou um conquistador, pq não?’ O que baterias significam em Matrix, eu sei, mas eu prefiro acreditar que as coisas, situações e pessoas, podem ter muita poesia, e que matrix é apenas um filme, senão teríamos que nos questionar onde encontramos Kryptonita.

30/11/2004 12:31

[Trotta]
lha só o Bôde, que respodão! 😉 Mas enttão, comentando, eu não acredito em acasos, eu acredito em Destino.

30/11/2004 12:11

RESPOSTA:
upgrade! Agora aprendia responder…. =^..^=

[Patty]
kkkkkkkkkkkkkkk…já que vc não quer posts longos, rs deixo um comentário extenso……rs

30/11/2004 10:21

[Patty]
1-Eu faria o que fosse preciso, o que eu achasse necessário e o mais importante que eu sentisse vontade. 2-Farei agora, o que faria antes, o que farei sempre. Acredito nos que não me pedem para crê-los. 3-Tem necessariamente que ter sobrado? 4-Quem ficou, quem partiu, quem ficará…importa realmente? 5-A realidade está dentro de vc, nem sempre está transparente, aos outros, mas está dentro de vc. 6- Se os outros acreditam é sinal de inconsciente coletivo, ou no máximo não, rs. 7-Sim. 8-Sim. 9-Acredito, o Thiago passa mal com eles. 10- Virose foi a desculpa do século passado que persiste neste … 11-Baterias…nain, baterias não tem poesia…coração, mente musculo, errar acertar, levantar, doer, sorrir. ‘a duvida é o preço da pureza, é inutil ter certeza’

30/11/2004 10:20

RESPOSTA:
11
Baterias em Matrix são seres humanos, dormindo, sonhando no gerador…

[Chan]
Por que será que eu to com a impressão de que o Bodi tá jogando “Alice” heheh

30/11/2004 02:31

RESPOSTA:
Jogando sim!
E já vou enfrentar a rainha vermelha!!!!

[Ma]
Louca e sã é essa reflexão sobre nosso (???) mundo… E dá-lhe Matrix!!

29/11/2004 23:42

h1

Sociedade besta e fantasiosa.

28 novembro, 2004

Cria realidades e esconde verdades…
Sentimentos Bons são da vergonha… Escondidos nas caixinhas fechadas a sete chaves do coração.
Sentimentos Ruins são do povo, e para o povo. Divulgados e estampados nas vitrines do semblante, palavras e ação.
Dever de demonstrar o interior em qualquer momento.
Sem repente, só verdade inerente do sentimento.
Não deixar que outros estraguem os uns…
Afinal a borboleta ainda bate assas aqui enquanto chove ali.
Lembre-se disso quanto te digo…

Comentários:
———————————————————
[Ma]
Muito bom seu texto… devemos sim “demonstrar o interior a qualquer momento”…

29/11/2004 23:35

[dustin] [dustin_motocross.zip.net]
seu sita ta louco passa no meu quando puder falo

29/11/2004 20:01

[Trotta]
“Deixar que os fatos sejam fatos naturalmente, sem que sejam forjados para acontecer. Deixar que os olhos vejam os pequenos detalhes lentamente, deixar que as coisas que lhe circundam estejam sempre inertes, como móveis inofensivos. Pra lhe servir quando for preciso e nunca lhe causar danos. Sejam eles morais, físicos ou psicológicos.” — Chico Science

29/11/2004 14:14

h1

Inspiração

24 novembro, 2004

Drama da questão de todo escrivão…
Enfrentar a página branca ou não…
Idéia partida do nada,
No mal retratada fácil é!
Quanto na bonança.
A calmaria corre.
A alma se aquieta e da noite dorme.
Imagem choca a todos.
Revela idéias a esmo.
Coloca rabiscos no branco…
Sentimentos assim, incentivos!
E mesmo este ai…
Resposta ainda é…
Para uma pergunta talvez esquecida…
Para uma sugestão talvez abandonada…

Comentários:
——————————————————-
[Patty]
queria comentar, no outro texto, mas não esta abrindo a janela de comentários do post acima, então deixo-o aqui: ‘a borboleta bate as asas e o vento vira violência, não sei a ordem extata só a ordem de grandeza… às vezes faz nossa cabeça um par de olhos um pôr-do-sol, às vezes faz a diferença’…. já dizia o poeta, o melhor de todos, rs… saudades de vcs…

29/11/2004 12:14

[Patty]
Relaxa…e pega uma caneta, um papel, coloca poesia na escrita, não a nossa poesia de sexta, rs, mas a poesia mesmo de pegar um folha em branco e deixe a mão desenhar sobre ela letrinhas boas de se partilhar….e deixa fluir, escrita automática ajuda…bjo

25/11/2004 08:03

[Ma]
Sua inspiração vai chegar… não se preocupe nem tenha pressa….

24/11/2004 21:22

[Ricky]
Uhaohahohohoahoahahoho! Meu primeiro comentario! Eeeeee!! Um abração pra vc Bode!:D

24/11/2004 19:42