Archive for dezembro \31\UTC 2004

h1

Ano Novo

31 dezembro, 2004

Muitas felicidades e festas para todos!!!!

Feliz “2005”!!!

Comentários:
——————————————–
[Trotta]
Ué! Por que censurado?! :O

01/01/2005 13:13

RESPOSTA:
Sem tirar a imagem eu perderia minhas duas comentáristas principais…

[Patty]
O q não se faz por um mero comentário………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

31/12/2004 22:21

[Patty]
Aliás no sentido desta musica HG diria, rs:’Não nem vem que não tem, eu não devo nada pra ng, vc pode achar que não é bem assim, vc pede achar assim bem melhor”.rs.. Mas ele tbm diria: “Me deixa fora dessa guerra santa.”….rs

30/12/2004 14:03

[Patty]
Eu prefito HG, rs

30/12/2004 13:57

[Trotta]
E eu prefiro L.H… Los Hermanos!

30/12/2004 10:57

Anúncios
h1

Soul Parsifal

30 dezembro, 2004

Letra: Renato Russo
Música: Renato Russo/Marisa Monte

Ninguém vai me dizer o que sentir
Meu coração está disperso
É sereno o nosso amor
E santo este lugar

Nos tempos de tristeza
Tive o tanto que era bom
Eu tive o teu veneno
E o sopro leve do luar

Porque foi calma a tempestade
E tua lembrança, a estrela a me guiar
Da alfazema fiz um bordado
Vem, meu amor. É hora de acordar

Tenho anis, tenho hortelã
Tenho um cesto de flores
Eu tenho um jardim e uma canção

Vivo feliz, tenho amor
Eu tenho desejo e um coração
Tenho coragem e sei quem eu sou
Eu tenho um segredo e uma oração

Vê que a minha força é quase santa
Como foi santo o meu penar
Pecado é provocar desejo e depois renunciar

Estive cansado
Meu orgulho me deixou cansado
Meu egoísmo me deixou cansado
Minha vaidade me deixou cansado

Não falo pelos outros
Só falo por mim
Ninguém vai me dizer o que sentir

Tenho jasmim, tenho hortelã
Eu tenho um anjo, eu tenho uma irmã
Com a saudade teci uma prece
E preparei erva-cidreira no café da manhã

Ninguém vai me dizer o que sentir
Eu, eu vou cantar uma canção prá mim

Não gosto muito disso, mais tem haver com textos…
ps: Prefiro R. à H. pela coisa pessoal da letra…

Comentários:
——————————————————-
[Trotta]
Ué! Por que censurado?! :O

01/01/2005 13:13

RESPOSTA:
Sem tirar a imagem eu perderia minhas duas comentáristas principais…

[Patty]
O q não se faz por um mero comentário………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

31/12/2004 22:21

[Patty]
Aliás no sentido desta musica HG diria, rs:’Não nem vem que não tem, eu não devo nada pra ng, vc pode achar que não é bem assim, vc pede achar assim bem melhor”.rs.. Mas ele tbm diria: “Me deixa fora dessa guerra santa.”….rs

30/12/2004 14:03

[Patty]
Eu prefito HG, rs

30/12/2004 13:57

[Trotta]
E eu prefiro L.H… Los Hermanos!

30/12/2004 10:57

h1

Dragão

28 dezembro, 2004

dragons.jpg
Comentários:
—————————————
[Trotta]
Que legal! Tem que tatuar isso daí! Hehehe!

29/12/2004 09:41

[Ma]
Muito bem feito esse dragão! Beijos!

28/12/2004 19:19

RESPOSTA:
Apenas mais uma imagem! Copias de segurança da net na net!

h1

Será?

28 dezembro, 2004

Será que vai renascer?

Ou na lágrima tirar o elixir para sobreviver?

Comentários:
———————————————
[Ma]
Quisera eu que minhas lágrimas tivessem o poder das lágrimas da Fênix… Cicatrizaria todas as feridas que carrega no coração… Te amo!

29/12/2004 08:55

h1

Cortar

28 dezembro, 2004

Nada é mais poderoso e mais destrutivo…

A foice corta!

Destrói, só por que é carregada…

Ela é quem pode realmente cortar!!!

Comentários:
————————————————
[Andre] [http://andre.calvin.fotoblog.uol.com.br]
Nossa com essas ultimas fotos, vc até esta se redimindo…pois as que estão mais pra baixo estão bem “fofinhas” hehehehe []’s André

06/01/2005 21:54

[Trotta]
Óia! A muié tá embalada em plástico filme!

29/12/2004 09:40

h1

M…. acontece… Né?!?!

27 dezembro, 2004

Cuidado com a merda!
Ela bate na água!
E às vezes…
Não é a água que bate na bunda!!!

Comentários:
——————————————-
[Trotta]
Ah, mas que agradável, não? Ler esse texto após o almoço!

27/12/2004 12:49

[Ma]
É verdade… todo cuidado é pouco…

27/12/2004 11:34

h1

poema

27 dezembro, 2004

Um rosto na multidão!
Uma vontade sem razão…
Um alguém sem identidade.
Uma maldade da verdade.

Peça movida da ilusão.
Versão nova da visão.
Mudança da alma ou da razão.
Fim, Esperança, alva ou não…

Realidade não real.
Dor da ferida, mortal…
Viagem na mente ou realidade.
Ida ou vinda da viagem…

Comentários:
—————————————-
[Trotta]
Lôca essa imagem também, hein! O Umbral deve ser assim.

27/12/2004 12:48

[Ma]
Gostei do texto, Rô… triste, mas bem escrito…

27/12/2004 11:36