h1

Marionetes

17 dezembro, 2004

Fantoches do Sr. Destino…

Corremos de um lado para o outro atrás de abrigo.

E o Bunker já não existe mais…

Foi destruído pela ultima granada de mão arremessada a esmo, quase sem preocupação.

Naquele comentário inocente que você soltou.

Ou naquele olhar que me lançou…

Corre, corre…

Pra onde mesmo?

O senhor dos vendo parou de soprar

E nenhuma estrela a guiar…

Imensidão vazia da mente,

Idéias repletas da falta de ação.

Eu chorei a ultima lagrima e você riu…

Fato real, de realidades paralelas, ligadas e conexas.

Texto Escrito em 24/11/2004 e por falta de imaginação publicado agora.

Comentários:
———————————————————-
[Ma]
Concordo com o Trotta… Te amo!

17/12/2004 18:01

[Trotta]
Tocou fundo esse daê também, véio… e sem duplo-sentido!

17/12/2004 17:50

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: