h1

Ser Singular. . .

23 agosto, 2005

Donde na vida alguém pode dizer?
O que você é? Quem ou quando?
Somente sobrevoando os telhados,
é que se define o “eu”,
e assim, define o mundo a sua volta!

Quem vê, verdadeiramente, o faz consciente,
ímpar e singular como a flor que acaba de se abrir,
e descobre que o mundo, ah o mundo,
é tudo aquilo que ela queira tocar,
e nada esta além do seu toque!

Este é o ser singular! sou eu,
é você, é todo e qualquer um que assim o conseguir…

ver!!!! 11/08/2004

Comentários :
——————————————————-
[Cel] [roffi@uol.com.br]
Ser ímpar. Vc!!!

26/10/2005 23:04

[Ma]
Gostei do poema! De autoria sua? Beijos!

25/08/2005 18:44

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: