Archive for março \31\UTC 2006

h1

imagem

31 março, 2006

Uma maneira fácil de fugir e começar de novo depois de um texto forte…
É usar o velho clichê da imagem diferente…
Então…

stranger.gif

Comentários :
————————————————————————-
[Cel] [roffi@uol.com.br]
Quantos caminhos e como caminhamos é o que conta…Destes caminhos vc sabe como ninguém que se deve aproveitar e viver o “Presente que DEUS te deu. Te amo

14/04/2006 20:48

[Rodrigo (Bodas)]
Vc vai me deixar com essa curiosidade?!?!

06/04/2006 14:13

[Trotta]
Eu até comentaria mais, mas o Bôde fez o comentário final fechando o post, então não posso, hahaha! XD

04/04/2006 19:03

[Rodrigo (Bodas)]
Eu tinha um link dessa imagem grande em flash… Onde vc controlava com o mouse a velocidade e se ia ou vinha… Pena que eu na minha infinita organização não achei!!!

03/04/2006 14:24

[Deyse]
Há… legal, mas dá uma certa dor no olho de ficar acompanhando! :p

03/04/2006 13:54

[Trotta]
Essa fiozarada toda me lembrou o jogo da cobra do DVD, hehehe!

03/04/2006 12:04

[Diego]
Eu adorei a animação!

02/04/2006 02:17

[Fefa]
Tô tontinha!

31/03/2006 21:33

[Ma]
LOCO!!! De deixar zonzo mesmo!

31/03/2006 18:27

[Ricky]
Fiquei tonto… melhor ficar na realidade.

31/03/2006 14:31

Anúncios
h1

Nota triste e que me leva a refletir.

30 março, 2006

Marcos Vinícius Babuja, meu primo de 16 anos, morreu.
Morte besta! Sem motivo real para acontecer.
Leva a pensar… Foi destino? Foi azar? Foi acaso?
Por que? É a pergunta que mais ouvi todos fazerem no seu velório!
Ninguém conseguia explicar, como poderia ser aceitável, pelo menos, a morte de um menino que a todos cativava com sua alegria, felicidade e carinho.
Eu tinha uma afeição, um carinho muito especial para com o Limãozinho, apelido dado a ele pela minha parte da família, quando ele tinha uns sete ou oito anos.
Limão porque ele era azedo e reclamão! Mas quando eu estava junto, não sei, conversava com ele, brincava… E ele acabava por fazer o que a gente queria.
O limãozinho era um grude, tanto comigo, quanto com minha mãe.
E, pelo que pude ver em Sertanópolis, ele estava virando o terror das menininhas.
Todos não conseguiam e acho que até agora não conseguem se conformar.
Que destino é esse de levar um menino que tinha acabado de completar 16 anos um dia antes!
Qual é essa razão? Qual o motivo?
Uma coisa que ouvia muito lá era que Deus estaria precisando dele no Céu…
Chega a soar absurdo uma coisa assim, Deus sendo onipotente e onipresente precisaria realmente de alguém para ajudá-lo?
Que função tão importante ele iria cumprir lá que seria tão mais importante do que a que ele exercia aqui?
De alegrar e trazer aquele sorriso e riso de criança para alegrar a qualquer um?
A última vez em que nós tínhamos nos encontrado foi num velório de um parente em comum aqui perto de Sampa, em Barueri.
E mesmo lá era difícil conter o sorriso que teimava em brotar quando estávamos perto.
Ou mesmo da última vez que tinha ido a Sertanópolis, onde eu e ele éramos constantemente repreendidos, pois todos achavam que iríamos acabar nos machucando, fosse com nossas brigas de travesseiros, ou com nossas tentativas de fazer cócegas um no outro.
A maneira mais reconfortante de pensar é realmente que era o Destino.
Destino de ele passar e marcar tanto a nós!
Destino nosso de perdê-lo tão cedo!
Como se fosse uma mistura de castigo, provação e lição.
Para nos lembrar e nos marcar que aquela alegria de criança viveu até os 16 anos sem nunca mudar.
Para nos ensinar que era para ser assim. Era assim que deveríamos ser. Nos lembrar de como a vida pode ser simples, bonita e feliz.
As únicas horas em que chorei no velório, que consegui chorar,foi quando vi o desespero de meus tios, dos irmãos dele e junto do olhar do meu avô, inconformado de completo desespero.
Não queria, mas, para acompanhar meu avô, acabei tendo que ver o caixão.
Mas não quero e não vou ficar com isso na memória.
Fica a certeza de que ele está bem, e a certeza da falta que ele sempre vai fazer.
Fica a saudade do sorriso de criança, que este sim nunca vai sair da memória coletiva. Mas que na alma machucada, fica mais difícil de nascer.

Comentários :
————————————————————————-
[Cel] [roffi@uol.com.br]
“O essencial é invisível aos olhos.” Aprende-se muito com o sofrimente, que seja um aprendizado para nós…aprendamos a viver intensamente cada momento “presente” DELE. Carpien Die…

14/04/2006 20:57

[Rodrigo (Bodas)]
Então valeu pelas forças… E Como realmente aconteceu eu até pensei em escrever! Mas resolvi não! Depois conto ao-vivo sem póbrema!

31/03/2006 11:26

[Trotta]
Nossa, não sei nem o que comentar! Ele morreu de quê, assim tão jovem?

30/03/2006 23:38

[Ma]
Ei, valeu pela propaganda!!

30/03/2006 17:23

[Rodrigo (Bodas)]
Propaganda -> favor acessar o link “Marília Blog” ! Thanks!

30/03/2006 16:58

[Fefa]
Bodas, meu amigo, sei o quanto é sofrido tudo isso. Me emocionei com seu texto. O tempo realmente é o senhor de todos nós, ele nos guia e nos conforta ao longo dos dias. Tudo isso vai passar e o Limãozinho está em outro plano, bem melhor que nós! Certeza de que ele está bem! Fica bem! beijos

30/03/2006 15:47

[Ma]
Espero que tenha conseguido dar algum alento à sua alma e ao seu coração, ficando a seu lado! Conte comigo sempre!

30/03/2006 15:45

[Ma]
Me emocionei ao ler seu texto… ao relembrar as emoções vividas. Também gostava muito dele… é engraçado como ele era realmente feliz; brincava com tudo e com todos, uma alegria pura e infantil, de quem tem a alma limpa, de quem não carrega marcas… Penso que, realmente, “os bons morrem antes/ morrem jovens”, pois eles não precisam ficar sofrendo aqui na Terra, não precisam ficar aqui pra evoluir sua alma (como nós)… eles simplemente já são evoluídos e se vão quando já nos ensinaram alguma coisa. É realmente desconcertante para nós, que ficamos por aqui… é a vida…

30/03/2006 15:44

[Ricky] [rimeu.nafoto.net]
Bode, O tempo é nosso amigo e as memórias ruins vão desaparecer e as boas se eternizar! Pode ser destino, pode ser que Deus precisava dele… o que importa é que ele teve que seguir um novo caminho e que está bem. É triste a distância e na saudades que ficam. Um grande abraço! Por enquanto virtual… depois real. Sorria como o Limãozinho!

30/03/2006 14:31

h1

Plaquinhas

24 março, 2006

plaquinhas.jpg

Quer Fazer um parecido? Vá à Fonte da Origem

Comentários :
———————————————————
[Rodrigo (Bodas)]
Sério cara! Abria a página e já tava assim! Foi como Mágia!

24/03/2006 19:46

[Trotta]
Rolou um Paint nessa foto da Puma, hein!

24/03/2006 18:42

[Ricky]
ANimal! Divetidíssimo! Ainda mais a sua foto de Gárgula no meio! Abração

24/03/2006 17:55

[Ma]
Mas quanto convencimento, hein!?!?!?!? rs… Achei legal a brincadeira!! Beijos!

24/03/2006 17:35

[Deyse]
Hahaha gostei, eu tbm quero! :p

24/03/2006 13:53

[Fefa]
Hahaha! Que legal….essa sua foto está mto engraçada!

24/03/2006 13:30

h1

Regente

21 março, 2006

Um Planeta inteiro formado por um Reino Único.
Vários Feudos e todos obedecem e influenciam ao Regente.
Os senhores de seus Feudos vivem brigando! Um disputando e tentando dominar o outro.
Mas todos eles são fieis ao regente, apesar de suas disputas internas!
Porém, não é só isso que preocupa ao Regente! Existem os outros Planetas.
Bilhões e Bilhões de Planetas! Em Constante interação!
Uns tentando dominar, outros fazendo alianças, tanto duráveis quanto momentâneas!
Aquilo que se aplica aos planetas se aplica aos Feudos.
O Regente fica no meio desta guerra!
Decidindo a quem apoiar naquele momento, apoiando, indo contra…
Tomando as decisões conscientemente ou inconscientemente, não faz diferença, anão ser no peso que isso faz à coroa.
Pesada é a coroa! E quanto mais ele conhece seu Planeta… Mais pesada ela fica!
E quanto mais ele conhece outros planetas também!
Bárbaros e diplomatas! Homens, Mulheres e crianças.
Mas pense comigo… E faça a analogia…
Cada Feudo é um de seus sentimentos.
Cada Planeta é uma outra pessoa.
E a coroa é a sua consciência! Sua Alma.
Aquilo que torna diferente cada um. Que marca.

Comentários :
———————————————————————–

[Rodrigo (Bodas)]
Eu sempre sou dominado pelos Feudos! Raramente consigo controla-los a mante-los em PAZ!

24/03/2006 18:04

[Fefa]
Mto legal esse texto. Concordo com o Ri….talvez o problema seja com os feudos!

22/03/2006 17:52

[Trotta]
Eu tenho uns feudos aqui que não tão obedecendo o Regente, viu! Como faz pra expurgar? Hahaha!

22/03/2006 24:04

[Trotta]
A minha coroa tá que parece mais uma frigideira de ponta cabeça! :S

22/03/2006 24:03

[Deyse]
Muito bom o texto. Mas acho que por mais que queira, o regente consegue poucas vezes controlar seus feudos.

21/03/2006 19:29

[Ma]
Confesso que, no começo, não entendi nada, até chegar no fim e ver a analogia. Então, reli o texto e terminei, concluindo ser um texto muito interessante. Gostei da analogia! Gosto de ler seus textos!

21/03/2006 17:40

[Ricky]
Huahioiua hau ao Mudou a foto para a do Gárgula! haoihauoau h 😀

21/03/2006 16:33

[Ricky] [ricardula.nafoto.net]
Se os feudos pudessem ser entendido com mais facilidade… acho que a coroa não ia pesar tanto, Será que o problema é do Regente ou dos Feudos? Se cada planeta tivesse uma bula de uso, não teriamos tantos conflitos. Grande Abraço.

21/03/2006 14:02

h1

Minha

15 março, 2006

Sem querer, comprando uma camiseta de presente pro Trotta…

alice_camisa.jpg

Achei esta imagem!

E gostei tanto q a tenho!

Comentários :
—————————————————————-
[Ma]
É uma imagem que choca, pelo menos, me chama a atenção… Bem bacana pra uma camiseta! Falta só a da fadinha sentada na privada… rs…

16/03/2006 16:40

[Fefa]
Nossa….que olhar da menina!

16/03/2006 12:43

[Trotta]
Ah, que legal! Clau, o Bodas é meu amigão do mundo real. 🙂

16/03/2006 01:41

[Ricky]
Você quer um coelhinho rosa?

15/03/2006 20:49

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Puxa… a imagem me assustou! Ps – o Trotta perguntou como cheguei até aqui. Bem, cheguei a seu blog pelo endereço nos comments do Sotaques. Beijos.

15/03/2006 13:41

h1

Reciproca

15 março, 2006

Maldito seja aquele que julga!
Mas que diabos! Isso já é um julgar…
Que me faz ser aquilo que amaldiçôo?
Que me faz atravessar a linha que teimo em pregar?

Pregador agora eu me tornei?
Mas qual é essa moral que posso eu espalhar?
Tentado pelas minhas próprias idéias eu fui.
Sonhos e visões que insistem em me enganar.

Mas sou eu mesmo que crio.
Alimentá-las agrada ao ego e ao orgulho.
Alto altar de mármore esculpi.
Para a mim mesmo adorar e venerar.

Moral parcial que de mim flui.
Inunda os ouvidos, pois disseminador sou.

Mas quem sabe enganado até eu mesmo fui.
Pois em mim mesmo não acho este mal.
Porque admitir e aceitar eu já o sei.
Júri e réu são os meus papéis.

Não pinto e não digo nada que não penso.
Não penso nada além daquilo que está no ar.
Tão passageiro pode ser o meu achar.
Tão intensas são as minhas reações.

Transparentes e sinceras são minhas máscaras.
Mas pela esperança de assim serem as suas.
Para comigo espero sua sinceridade.
Para contigo… espero que tenhas PAZ.

Comentários :
——————————————————————-
[Ricky]
Olha a propaganda de Blog alheio… mas tem post novo no Blog da Marília! Esse vale a pena! O Layout tah muiito legal!

21/03/2006 10:07

[Ricky]
A Má parece que tah xingando no comentário.. huaiohauah iuah aui ah.

21/03/2006 10:01

[Ma]
Ei, não fui eu quem escrevi desse jeito, não… pus meu comentário e o blog soltou ele cheio desses sinais aí…

16/03/2006 17:05

[Ma]
Puxa+vida%21%21+Que+texto+bom%21+Gostei+da+mensagem+e+do+modo+como+foi+escrito%21+Parab%E9ns%21

16/03/2006 17:04

[Deyse]
Gostei mais da parte que diz que suas máscaras são transparentes,….muito questionador, eu queria saber se alguém realmente as tem…

16/03/2006 13:27

[Fefa]
Pode chocar mesmo….esse texto realmente tem fundamento……

16/03/2006 12:44

[Trotta]
Que legal! O falso moralismo realmente é a característica mais marcante dos pregadores modernos. Gosto desses textos escritos pelo Mestre Yoda, hehehe! Fã do Star Wars eu sou.

16/03/2006 01:40

[Rodrigo (Bodas)]
Ps importante: Não têm destinatário…Mas mesmo assim… Pode chocar… 😉

15/03/2006 16:26

h1

Virus

13 março, 2006

virus.jpg

Comentários :
————————————————————-

[Rodrigo (Bodas)]
ps: São tubos de oxgênio! Ele é um astronauta! Voando pelo CiberEspaço… HAHAHAHAHAH

15/03/2006 16:22

[Rodrigo (Bodas)]
Na verdade essa imagem é antiga! No meu coputador da ultima vez que brinquei nela no Paint data de 2001, mas acho que é anterior ainda! E Foi meu deskTop por muito tempo! Mas o que eu mais gosto é: “da qual nós contamos nossas histórias.” Essa frase sempre me chamou a atenção!!!

15/03/2006 24:05

[Fefa]
Obrigada Bodas por me mandar a foto. Agora sim posso comentar…. Concordo com a Má…hoje em dia as pessoas mandam e-mails, falam pelo msn…trocam comentários em flogs…e esquecem das coisas mais simples da vida!

14/03/2006 01:28

[Fefa]
Eu não consigo ver a porra da fotoooo!

13/03/2006 23:45

[Trotta]
Bonito bigode, o do virus.

13/03/2006 17:52

[Ma]
Bem Rick, vê se o que eu pensei, ajuda… Antigamente (ou atualmente, em encontros na praia ou acampamentos) as pessoas se reuniam em torno das fogueiras e contavam uns aos outros suas histórias. Hoje, no mundo moderno, as pessoas não mais se reúnem em torno de fogueiras para contar suas histórias, mas sim, cada uma em seu microcomputador, e trocam email, mensagens no msn, blogs, fotologs, orkuts, multiply e afins… Rô, achei bacana e real essa comparação! Beijos!

13/03/2006 17:49

[Ricky] [ricardula.nafoto.net]
Ainda estou tentando fazer a correlação entre fogueira e tecnologia. Pra mim esta abstrato. Alguém me ajuda por favor a entender. Esse bonequinho lembra muito o que a Fabiane trouxe pra mim da espanha! Faz todas as posições possíveis. Abraçoss!

13/03/2006 15:26