Archive for junho \30\UTC 2006

h1

Raios-X no espelho

30 junho, 2006

Apesar dos percalços de minha própria infância minha família inteira sempre esteve presente, bem ou mal me formando. E à medida que fui crescendo recebia mais e mais responsabilidades, maneira mais comum de se mostrar que a criança passou um estágio desta escola e está apta para o próximo.
Minha caminhada nestas etapas foi um tanto quanto rápida, logo já tinha responsabilidades e preocupações bem diferentes dos meus amigos, mas nunca deixei de lado as minhas coisas “bestas”, futebol, bebidas com os amigos e coisas afins, mesmo tendo minha cabeça em muitas situações com preocupações bem maiores do que uma simples partida de futebol ou algo do gênero.
Aprendi é que muito mais interessante ser líder do que seguidor.
Aprendi que depende de mim fazer com que o mundo gire ao meu redor.
Sou severo demais com muitas coisas. Chego a ser insuportável eu sei.
Sou reflexo do que aprendi em casa, erros merecem punições e/ou sanções. Não passo a mão na cabeça e grito quando sou injustiçado.
Sou também competitivo demais, às vezes perco o ponto de onde deveria ter parado e até onde posso continuar e ultrapasso… Passando por cima de quem quer que esteja na minha frente.
Um amigo antigo dizia que sou uma divisão “Punzer”, que era um esquadrão de elite alemão, com missões normalmente de digamos assim… Limpar o caminho. Quando eles iam não costumavam falhar.
É, eu não sei falhar, ou errar, não trabalho bem isso e sou arrogante demais às vezes para admitir. Admitir é uma palavra interessante “reconhecer (algo) que se faz evidente, incontestável; aceitar”.
Me sinto envergonhado e também não gosto disso, não que tenha vergonha de sentir vergonha… Mas sentir por ter errado no meu conceito é errado! Afinal, que moral eu tenho para me envergonhar se eu escolhi fazer?
Normalmente consigo ser grosso até nisso, falando de peito aberto (em grande parte das vezes), errei e daí? Ou no máximo, errei desculpa! E já virando as costas e seguindo em adiante.
Não eu não costumo esquecer meus erros, queria até fazer como o noturno no filme dos X-Man e dar uma tatuagem para cada um dos meus pecados, mas primeiro acho que copiar é um lixo e segundo eles estão ali rondando e me atormentando, então já basta eu saber.
Aprendi a aprender e essa foi a grande coisa que me ensinaram em casa. Observar e entender foram às outras maiores coisas que eu aprendi.
Por incrível que possa parecer sei ficar quieto, e quando estou normalmente assim estou estudando alguma coisa… De uma estratégia de jogo a uma reação de um amigo.
Não sou de briga por mais incrível que pareça, mas como já diz o ditado: “Dou um boi para não entrar numa briga, mas dou uma boiada pra não sair de uma também”.
Não sou de desistir também, outra coisa que eu não aceito inclusive nos outros, salve algumas exceções.
Trabalho pra mim é só um meio de arranjar dinheiro, nada mais, mas as vezes se encontra grandes pessoas e possíveis amigos neste ambiente, nunca tive sonhos com grandes profissões, tenho sonhos com grandes ambições. Carro, casa são exemplos das materiais. Família e amigos são as que mais pegam.
Sou do tipo do amigo chato, que não desgruda até te ajudar, se notar por alguma fração de segundo que seja que você está com um problema, prepare-se, pois você terá um outro, pelo menos até eu descobrir o que é ou era ou ainda será que está se passando com você!
Não que eu me sinta superior, ou melhor, a ponto de curar, dar conselhos miraculosos ou coisas afins, mas é meu dever (pelo menos na minha cabeça), te dar minhas opiniões e apontar quais os caminhos que eu vejo para suas escolhas. Não que eu espere que você siga o que eu falo, principalmente porque não costumo dar soluções, mas sim opiniões/opções, mas pelo menos quero ter a oportunidade de te mostra outras opções.
Lembrei que me empolgo… Sim meu amigo e ai, sai da frente por que nem eu mesmo me seguro! Tudo bem que não tenho me empolgado tanto ultimamente.
Estas são características, ou modos operantes de meus padrões de pensar e agir, alguns de meus padrões e conceitos mais amarrados.
Sem esquecer com tudo e principalmente sobre tudo que tudo isso embarcado de emoção afinal de contas sem essa coisa passional…
Não seria eu…

Comentários :
————————————————————————-
[cel] [roffi@uol.com.br]
te amo.

10/09/2006 22:22

[Trotta]
Tá legal, tá legal, finalmente eu LI o post do espelho, hehehe! Pronto! E, comentando, discordo de uma coisa: Vc dá um boi pra ENTRAR na briga, e uma boiada pra não sair dela… e mais umas chifradas também no adversário, durante esse processo! Hehehe! Abraço!

17/07/2006 14:01

[Rodrigo]
Este sou eu sem nada escondido nem há mostrar! Que bom que meus amigos me conhecem!

06/07/2006 16:57

[Ma]
Simplesmente adorei o texto! Muito bom! E acho que você foi bem fiel! Mas não gostei da sugestão do Rick… acho que esse texto é muita areia para o caminhaozinho do Orkut… Beijos!

04/07/2006 20:36

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Nosso contato é tão pouco e sempre pelo MSN… mas, muito do que você falou em seu texto auto-descritivo eu já tinha percebido. É mesmo bem evidente como você dá valor às amizades e à família. Também é fácil de perceber que você é super prático, tem um raciocínio lógico bem forte e isso é uma benção, porque a vida já é muito complicada sem a nossa própria colaboração. Ter um amigo como você, que aponta alguns caminhos que muitas vezes a gente não consegue enxergar na confusão de nossas mentes é de muito valor.

03/07/2006 17:30

[Fefa]
Bodas, adorei esse texto, foi um dos melhores na minha opnião! Vc se descreveu muito bem, acho que em todos os aspectos! Me identifiquei com o amigo chato, que não desgruda até ajudar, acho que sou assim tb, e sou “vítima” disso com vc, que percebe qdo tem algo errado comigo e sempre me dá apoio, seja ele qual for! Mto bom! Adorei!

03/07/2006 12:42

[Deyse]
Hehehe! Consegui ler mais um! 😀 Adorei como vc se descreveu, e gostei muito, acho que muitas vezes a gente esconde certas coisas que não queremos mostrar pras pessoas, e vc tem um pouco disso também, seu lado mais frágil provavelmente, mas que acaba sendo descoberto por seus amigos e família. Uma coisa que me identifiquei foi a parte dos erros, eu tbm não suporto e não admito errar, nunca! Hehehe! Muito bom, beijo!

03/07/2006 24:54

[Rodrigo]
Tb pensei nisso! | 😀 | acho que ficaria legal!

30/06/2006 20:46

[Ricky]
Veja como eu li o texto. Pode ser uma nova estratégia para ler o seu blog quando existem texto grandes. Imprimi e levei para ler no troninho. Muito Funcional. Mas, vamos ao que interessa: seu post. Está retratando muito bem vc. Gostei. Poderia virar o seu texto do Orkut.Abração.

30/06/2006 19:00

h1

História Veridica

23 junho, 2006

Toda vez que penso em uma história de Pum, ou melhor, de “flatulência”…
Sempre lembro primeiro de uma história de amizade!
Sim, sim! Por increça que parível …
Foi quando eu demonstrei realmente ser um verdadeiro amigo…
Sabe daquele quase irmão mesmo?
Será que você seria capaz do mesmo ato?!?

Naquela época eu estava e tirava Férias… E um dos meus lugares preferidos de ir de férias passou a ser em Itajubá, uma cidade do sul de Minas Gerais, onde o Br, um amigo de escola (das antigas) foi morar com toda a família.
Primeiro antes de continuar a história, como vocês sabem muito bem sou fácil de amizade e por conseqüência fiquei amigo não só do Br, mas sim da família inteira! E nesta época em especial o Br estava namorando e me deixou na casa dele com os irmãos dele (que são dois) e foi namorar e depois talvez trazer a namorada para se juntar conosco.
Estamos lá tranqüilos, no segundo andar da casa eu e Fabinho batendo papo e tal quando adentram ao quarto Br e Mônica, e pela expressam dela… Ela tava contrariada com alguma coisa.
Fiquei na minha eles se sentaram ao meu lado e do nada…
Antes preciso fazer outra interrupção para dizer a Mônica nunca trocou muitas palavras comigo e às que trocou se resumiam a “Oi”, “Tudo Bem?”, “Legal…”.
A Mônica que era quem estava diretamente ao meu lado se vira pra mim, com um expressam mais séria ainda do que com a qual tinha entrado na sala e fala:
– Rodrigo… Posso te fazer uma pergunta?
– Claro que sim! Disse eu o mais rápido e sério que pude, afinal ainda tava rindo dos papos que eu tava tendo com o Fabinho.
– É que eu queria saber uma coisa… O Bruno… Ele flatula?
Eu devo dizer que devo ter demorado um pouco pra responder afinal para uma pessoa que mal conversava comigo vir me perguntar sobre a emissão ou não de gás pelo ânus de seu namorado e meu grande amigo.
E eu como bom amigo responde assim:
– Er… Sabe… Agora que você falou… Eu nunca vi. Não perto de mim.
– Ai que bom! E ela sorri aliviada e sorri contente.
– Sabe lá em casa meu pai e meu tio estavam num campeonato de flatulação e Arrotos…
– Nossa! E tento desesperadamente fazer uma cara de asco.
– É… Pra você ver! Mas ainda bem que você disse que o Bruno não é disso.
Que alivio. Colou.
Digo isso por que, antes de ter seu próprio carro todas as vezes que entrava sozinho comigo no meu travava a porta, fechava o vidro e sorrindo se virava para mim, já não agüentando as risadas e dizia com a cara mais lavada:
– PEIDEI!!!!! E vai feder! Comi ovo hoje!!!
Não! Não me pergunte como tive esse reflexo rápido de dizer a ela que na minha frente isso nunca tinha acontecido.
Nem eu mesmo sei dizer como consegui. O Br depois conversando comigo disse que suou frio pensando no que eu poderia dizer. Afinal como deu pra perceber ela não teria encarado tão bem assim a verdade.
Mas toda vez, toda vez mesmo que penso em uma história deste gênero eu lembro disso.

Lógico que já protagonizei várias histórias engraçadissimas…
Como a que o ricky falou, mas se eu contar agora fico sem o que contar depois…
E ai já viu né…

Comentários :
———————————————————————-
[Rodrigo]
Minhas estórias com vc merecem um Post só seu! Unico!

06/07/2006 14:23

[Tiãozinho]
Tio Roger mais amigo do que eu fui ao aturar sua contínuas “flatulências” não tem!!! Eu ainda não esqueço do dia em que você saiu do carro para “flatular” e quando voltou o “perfume” o seguiu tornando insuportável a sobrevivência de qualquer ser que dependesse de oxigênio para viver em um raio de 50 metros.

06/07/2006 12:22

[Rodrigo]
Toda vez que penso em uma hostória dessas… Essa é sempre a primeira. Eu acho que foi no susto mesmo que eu consegui.

30/06/2006 18:07

[Ma]
Bem “saia-justa” esta história, hein? Mas só você mesmo para conseguir dar uma resposta tão rápida…

29/06/2006 19:16

[Fefa]
Mto bom isso! Cara de pau foi pouco! rsrsrs

26/06/2006 21:47

[Trotta]
Hahaha, vc é mesmo um grande mentiroso, né! Enganou a coitada! XD Eu sou um felizardo por ter ouvido essa história ser contada pessoalmente. 🙂

24/06/2006 14:09

[Rodrigo]
Foi o que quiz dizer… Q a história q vc falou eu vou deixar pra um proximo post!

23/06/2006 20:13

[Ricky] [ricardula.nafoto.net]
“- É que eu queria saber uma coisa… O Bruno… Ele flatula?” Olha! Essa história eu já conhecia. A que eu falei no outro post era a em que vc e a Marília estavam em uma fila. Um abração!

23/06/2006 19:05

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Rapaz!!! Isso é que é ser amigo!!! Mais que isso só se você assumisse o flato do BR.

23/06/2006 17:57

h1

Atentado!

19 junho, 2006

autoria.gif

Ia só colocar a imagem no melhor exemplo:
Estou sem muita inspiração e sem vontade de transpiração pra escrever alguma coisa que preste…

E é isso que vou fazer hoje…
Mas lembrei de uma história veridica q depois eu conto…

Comentários :
—————————————————————————
[Ricky]
A história verídica é aquela que eu conheço da fila da loja?

23/06/2006 15:32

[Ma]
Risos… o pior é ter sido silencioso, né não?!

20/06/2006 22:28

[Fefa]
Hehe! Atentado é ótimo! Agora, conta logo a história verídica, vai?

20/06/2006 20:39

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Aff… e ainda deixa a gente curiosa! Não demore a contar a “história verídica com fatos reais”.

19/06/2006 17:28

[Ricky]
O verdinho é bem a sua cara. 😀

19/06/2006 16:54

[Tião]
Terrorismo mesmo seria se vc tivesse soltado um pum!!! Seria um atentado nuclear.

19/06/2006 15:11

h1

BUNDALELÊ

13 junho, 2006

Responda rápido: Qual bunda é a melhor?
john-yoko.jpg
Copiado na cara dura de:
Jacaré Banguela

Comentários :
———————————————–
[Tião]
Me nego a responder em público!

19/06/2006 15:10

[Trotta]
Olha, pelo estado murxo da Yoko Ono, me arrisco dizer que até o peitinho do John Lennon tá melhor.

15/06/2006 19:18

[Fefa]
Hum…nem preciso falar, hein? Que dureza!

14/06/2006 23:57

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Esse páreo é duro, né não? Tadins… são feins que dói…

14/06/2006 18:42

[Ricky]
Oia! Eu preciso responder isso mesmo?

14/06/2006 15:07

[Má]
Só tô vendo a do John Lennon nessa foto, a Yoko não tem nada… típico de Japa né?

13/06/2006 15:50

h1

Seu Obeso

9 junho, 2006

Poucos dos meus amigos e conhecidos que acessam este blog me conheceram na minha melhor fase física.
Em poços lá pelos meados de 98, 99…
Eu andava normalmente 30 Km de bike por dia… Que é a distancia (ida e volta) da minha casa em poços até o centro…
Fora isso eu jogava bola todo sábado, fazia Judô das 18 as 21 de terça e quinta e às vezes era até mais do que isso… Por que gostava de chegar mais cedo e ajudar no treinamento dos mais novinhos. Às vezes também ainda, fazia musculação só pra sapiar por lá…
Sem contar quando estava sem a bicicleta eu andava a pé pela cidade inteira.

Mas ontem aconteceu de jogar futebol com o pessoal do trampo…
Não teve a mesma molecagem do passado… Mas foi gostoso brincar simplesmente.
Sem tanto comprometimento em ganhar, mas sim em se divertir.
Hoje quem me vê gordo e sedentário como estou não pensa e nem consegue imaginar um Rodrigo forte e magrinho. Até que continuo sendo fortinho, mas nada comparado com o quanto eu era forte na época.

Voltando ao foco que foi jogar futebol ontem, eu to fora de forma mesmo! Meu Deus!
Preciso criar vergonha na cara e fazer alguma coisa.
Sem fôlego nem para 5 minutinhos de jogo.

Grande culpa de eu ter virado uma bola eu sei que é minha. Afinal eu que não tive controle e comi afinal de contas.
Tudo começou mesmo quando vim pra São Paulo, trabalhando de madrugada e vivendo sozinho desenvolvi hábitos nada bons para a saúde, como consumir um engradado de refrigerantes sozinho por semana, ou jantar lanches super Ligths (Xbacon com gordura) da praça da republica.
Eu fazia um único pedido aos meus amigos, se um dia eles me visem virando um obeso nojento, me dessem murros na cara, mas não deixassem isso acontecer comigo.
Só que eu fui engordando ao poucos e quando vi. Quando eu mesmo fui parar e reparar eu já estava faz tempo na casa dos 110 Kg.
E os meus “amigos”! Nada de ninguém nem me falar!
Hoje, o amigo que mais pega no meu pé quanto a isso é o Andrei, ele é um que adora me dar àquelas bofetadas na cara (moralmente falando) pra ver se eu crio vergonha e mudo o jogo.
Ainda não sei o que vou fazer, pra mudar essa situação, musculação eu comecei…
Com a Má pra me animar e tal, mas acho que acabou tendo efeito contrario…
Eu desanimei ela, e não ela me animou.
Só sei que preciso fazer algo pra mudar isso!
Pelo menos diminuir essa gordura toda.
Ps importante: Hoje já não tenho uma dieta de engorda como já a que descrevi mais em cima. Hoje vou um exemplo, salada e carne costumam ser minha principal refeição, refigerante não têm mais em casa só suco ligth! O problema é queimar essa gordura toda!
Vou tentar continuar a jogar bola com o pessoal da caixa, mas sei que isso não é o bastante.
Talvez eu deva voltar a fazer Judô… Ou algo assim que me anime mais a continuar, sei lá.

Comentários :
——————————————–
[Ma]
Andrei, como assim loga vida de putaria?!!? Olha lá, hein? Juízo com o meu “mino”!! Quanto à dieta, pretendemos começar uma sério, passada pela endocrino… Beijão! PS: Rô, desculpa a intromissão! Beijos!

21/06/2006 14:15

[Tião]
Valeu pela parte que me toca, mas o que eu quero mesmo é que você fique bem para poder te importunar o resto de uma longa vida de putaria e sinuca. Para de teorizar e passe à pratica da total mudança de hábitos alimentares e se você quiser eu dou pito na Ma tbm para ela entrar em dieta.

19/06/2006 14:57

[Ma]
O Rodrigo vai trabalhar na quinta e na sexta…. 😦

13/06/2006 15:48

[Ricky]
Que tal começar este fds? São 4 dias diretos! 😀

13/06/2006 11:45

[Ma]
TEM POST NO BLOG DA MÁ!!!!!

12/06/2006 22:00

[Ma]
É isso aí! Temos que ter força de vontade! Acho que só eu e você, enquanto vc não pegar o gosto não vai dar certo… Qualquer coisa pode virar motivo para não irmos: calor, frio, falta de tempo, cansaço, discussão… Acho que temos que colocar a meta “emagrecer” acima de tudo isso… Gostei da idéia do Rick…. e me incluo no esquema! O que vc achou/ Beijos!! Má

12/06/2006 22:00

[Ricky]
Bode, Quer tentar começar a caminhar todos os fim de semana? Eu preciso caminhar todo fds… mas não tenho alguem para ir junto. Topas? Grande abraço!

12/06/2006 21:12

[Chan]
Força que você consegue!!!

12/06/2006 02:21

[Fefa]
Fazer caminhadas ajuda muito! Mas não importa o que vc vá fazer, importante mesmo é vc ter força de vontade pra isso! Siga em frente que vc vai conseguir!

11/06/2006 21:11

[Cel] [roffi@uol.com.br]
Vc sempre foi guerreiro… Lutou e conseguiu sempre o que quis… Confie, planeje, nada muito grande…pois o aminho é longo… devagar e sempre sei que conseguirá.

11/06/2006 18:26

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
A mágica do emagrecimento parece simples: é só queimar mais calorias do que se ingere. Fácil? Nããão!!! Dificílimo!!! Também luto com a balança há mais de dez anos… cara… é um saco. Mas, ó: vale a pena, viu! Quando consigo me manter no peso ideal, quando consigo me controlar e não comer desesperadamente, quando entro nas roupas bonitinhas das lojas e fico até me parecendo com uma mulher-ser-humana-do-sexo-feminino, putz, é uma alegria danada!

09/06/2006 16:42

h1

Herói Pilar…

6 junho, 2006

Pode parecer clichê, usar o texto do Fotolog alheio, mas é super útil…
Na verdade não é nem o texto… É a idéia…

Primeiro a explicação e o passado:
Eu tive até os 18 anos…
…Quando queria um dia chegar a John Bonham, baterista do Led Zeppelin. Em 25 de Setembro, Bonham morreu sufocado pelo próprio vômito. Depois de beber nada mais nada menos que 11 garrafas de Vodka… Fora ele ser um puta Baterista é claro.
Mas claro que eu queria superá-lo!!! E, pelo menos, ficar vivo depois disso… Risos…

Mas, pensando bem, nunca o considerei um Herói…
——————————————————————————————-
Herói no Dicionário Houaiss
Datação
sXV cf. FichIVPM

Acepções
■ substantivo masculino
1 Rubrica: mitologia.
filho da união de um deus ou uma deusa com um ser humano; semideus
2 Rubrica: mitologia.
mortal divinizado após sua morte; semideus
3 Derivação: por extensão de sentido.
indivíduo notabilizado por seus feitos guerreiros, sua coragem, tenacidade, abnegação, magnanimidade etc.
4 Derivação: por extensão de sentido.
indivíduo capaz de suportar exemplarmente uma sorte incomum (p.ex., infortúnios, sofrimentos) ou que arrisca a vida pelo dever ou em benefício de outrem
5 Derivação: por extensão de sentido.
indivíduo notabilizado por suas realizações
Ex.: os h. das ciências
6 Derivação: por extensão de sentido.
figura central de um acontecimento ou de um período
Ex.: os h. da Revolução Francesa
7 Derivação: por extensão de sentido.
pessoa que, por ser homenageada ou por qualquer motivo (nobre ou pouco digno), se distingue ou é centro de atenções
Ex.:
8 Derivação: por extensão de sentido.
principal personagem de uma obra de literatura, dramaturgia, cinema etc.
9 Uso: informal.
indivíduo que desperta enorme admiração; ídolo
——————————————————————————————-

Ai… Desde sempre fiquei pensando, quem merece ser meu herói?
Alguém da mídia? Que nunca vi, nem me influenciou de verdade?
Ou alguém mais real e perto… Preferi a segunda opção…
Minha mãe entra nessa parada, afinal me criou, bem ou mal, praticamente sozinha.
Meu Avô também entra neste Top Top, simplesmente por ser ele… Com todo o exemplo sério e certo ser.
Minha Avó também têm que entrar então, afinal agüentar meu avô não é fácil… E por estar sempre a meu lado na vida.
Acho que estes são meus três principais Heróis! Parte da minha vida e “pilares” de mim.
Pilares mesmo. Eles são minhas bases e, por mais que eu não queira, sou eles, os três um em cada momento…
Ser meu avô e minha mãe é praticamente ser eu mesmo…
Querendo ou não, somos muito parecidos: donos da verdade, inteligentes, espertos e lindos.
Mas não só de Heróis parentes são feitos meus pilares.
São feitos também de Heróis amigos, que estão no lugar dos irmãos sanguíneos que não tive.
Destes tenho alguns que nunca saíram pra passear…
E tenho alguns que foram dar uma volta…
Alguns são representações reais de que amizades nascem do nada como: Andrei ML, Adriano T e Fernanda L.
Outros como o Bruno P. Rodrigues e família são referência espiritual e de coisas certas.
Outros estão aí pra me lembrar o quanto é ruim ser esquecido! E o pior é que nem dá pra ficar bravo, porque não é por querer… Nisso dá-lhe Thiago Q.
Outros lembram que as coisas podem ser e são simples: Com vocês, Ricardo Q., Rodrigo C. Iroan M., Otávio T..
E aqui, para não deixar a patroa com ciúmes…
Apesar dela não ser Heroína, mesmo me aturando… Ela, com certeza, é um Pilar.
Um Pilar fundamental, eu vos digo de passagem só…
Desculpe a quem não apareceu…
Mas esta pretensa “lista” não é fixa, nem muito menos inalterável…
Eu misturei sim Heróis com Pilares, por que pra mim eles estão intimamente ligados!

Comentários :
—————————————————————————
[Ma]
Obrigada pela parte que me toca, Andrei! Quando vem pra cá de novo? Beijos!

21/06/2006 14:16

[Tião]
Excelente texto meu querido, você anda se aprimorando cada dia mais. Não sei se teria a mesma humildade sua para apontar tantos heróis/pilares, mas te adianto que você e a Ma hoje em dia fazem parte ao menos dos meus pilares espirituais, pois são uma parte de meu refúgio desse mundo nojento e medíocre que temos que suportar. Vocês são a poesia, o sublime a alegria e subversão de tudo isso. BNB.

19/06/2006 15:08

[Rodrigo]
Pilares! À vcs deixo minha total rverência e admiração!!!

09/06/2006 13:25

[Ma]
Adorei o texto, Rô… É bem isso mesmo, heróis e pilares são as pessoas que nos ajudam a viver a vida, dia-a-dia… Beijos!

07/06/2006 20:26

[Ricky] [ricardula.nafoto.net]
Bode, eu fiquei muito feliz pela sua homenagem. Concordo com vc sobre isso de que herois são pessoas perto de vc. O que adianta eu morrer por causa de um cantor, ou um astro que nada nos agrega? Você é um verdadeiro heroi para mim, com uma personalidade totalmente autêntica. “…donos da verdade, inteligentes, espertos e lindos” … Não posso negar que eu ri muito com esse trecho do texto. Um grande abraço!

07/06/2006 20:24

[Trotta]
Nossa Bôde, fiquei até emocionado. Herói? Adriano T não é herói, não mesmo… mas com certeza adora vc. “Donos da verdade, inteligentes, espertos e lindos” essa foi ótima, hahaha! XD Abração pra vcs todos, heróis, heroínas e pilares! ^_^ Muito bom o texto!

07/06/2006 15:47

[Fefa]
Ae Bodas, não falei que seus textos eram muito mais interessantes que os meus? Mas tenho que admitir que vc roubou algumas idéias minhas, mas vou continuar postanto lá! Adorei! Mto obrigada pela homenagem! beijos!

06/06/2006 23:19

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Que lindo, Rodrigo! Linda homenagem… caramba, li seu texto e fiquei, imediatamente, feliz! Beijos.

06/06/2006 20:35