h1

Lembrar

12 julho, 2006

Ultimamente tive motivos pra pensar em algumas coisas.
Como você faz para se lembrar do rosto de uma pessoa queria?
Quem assistiu “O Resgate do Soldado Ryan” deve se lembrar de uma cena onde o tal James F. Ryan não consegue se lembrar dos rostos dos irmãos, e o Capitão John H. Miller o ajuda, falando pra ele lembrar de alguma coisa que eles fizeram juntos.
Eu gosto de lembrar destas coisas feitas junto das pessoas também! Ajuda a lembrar da maneira mais gostosa! Vêm junto todo o sentimento e emoção que se sente pela pessoa.
Mas fico pensando… Isso quando aplicado a alguém que já se foi, e principalmente quando você está no lugar onde a lembrança aconteceu…
É como um fantasma, parece que o lugar, e até as coisas que pertenceram estão impregnados de dela.
A lembrança cria esses fantasmas… E a mente da ação a eles através destas lembranças antigas e os colocando a sua volta.
Quantas vezes têm-se a nítida impressão que está até ouvindo uma pessoa te falar coisas, do tipo: Não faça isso, eu te avisei, estou com saudades, etc…
As pessoas que se vão, e mesmo a que ainda não foram, vivem na sua cabeça, com você o tempo todo! Fazendo às vezes até ter a sensação de que estão conosco em nossos passos, nas nossas decisões.
Às vezes esses fantasmas do passado nos fazem chorar e nos emocionar, e para os que ficam mais longe dos lugares onde esses viviam, existe ainda a sensação de que nada aconteceu, que tudo não passou de um sonho mal e que dá próxima vez que for até lá, tudo estará normal. Essa idéia é reconfortante até! O que até certo ponto não deixa de ser verdade.
Lá, onde essas pessoas queridas viviam, todas as lembranças vão estar fervilhando na cabeça. É como fazer parte de um filme do passado onde assistimos aos fatos e experiências que vivemos ali…
Sabe, penso que é até por isso que muitas pessoas vão os cemitérios. Naquele momento, elas se permitem lembrar de todas essas coisas vividas… Rir, chorar contar fatos pitorescos e engraçados…
Mas quando se sai do cemitério, não se permite mais estas lembranças… É preciso continuar e é bem mais fácil, veja bem não estou julgando nem nada, mas é bem mais fácil deixar reservado para este lugar essas lembranças, para deixar a mente livre no restante.
Não que seja possível se esquecer, mas…

Comentários :
——————————————————————
[Cel] [roffi@uol.com.br]
Lembra da cena neste mesmo filme da mãe…quando vê o carro oficial chegando… sua pernas já não aguentam… A maoior e a melhor lembrança é vc.

10/09/2006 22:19

[jujudeblu:::] [www.umclamor.blogspot.com]
Tão, uma vez tbm escrevi algo do tipo “como lembrar de alguém que vc não vê”? Basta UM momento, para que ele se torne inesquecível… as pessoas da internet, por ex, vc pode lembrar de conversas e tal, mas se nunca as viu, vc num tem UM momento, UM encontro, UM abraço e tals pra poder lembrar… Mas pode ser ruim pra alguns ter que lembrar de quem já se foi… meus avós e 1 tia que se foram, hj eu lembro e consigo conviver de boa com essa perda… mas tem alguns vivos que eu ainda num sei como superaria a ausência deles, nem como lembraria deles sem sentir dor…… // Valeu! 😉

18/07/2006 15:21

[Rodrigo]
Fiquei mais tocado com os comentários do que com o próprio texto em si. Escrevi para os outros, pra vcs! Ainda não sinto tudo o que escrevi, sobre os que já foram eu digo, mas como a fefa sinto sobre os vivos! Eu vejo o que acontece, observo ao meu redor e é daí que saiu o texto! Espero não ter machucado ninguém com o texto. Não foi a intenção.

18/07/2006 14:02

[Claudia] [loucaporblog.blogspot.com]
Puxa… esse post bateu fundo. O pior é que, quando mais a gente vive, mais fantasmas acumulamos.

18/07/2006 13:24

[Ricky]
Lembranças… lembro da minha vó com muito carinho. Ela foi praticamente a minha mãe. Música é um negócio que me tras lembranças da forma mais rápida possível. Gosto muito deste tipo de post sobre sentimentos e senssações. Grande abraço.

13/07/2006 18:52

[Ma]
Adorei seu texto… às vezes tenho essa sensação que vc descreveu, imaginando coisas que os vivos diriam… Infelizmente, não me lembro da minha mãe, tento, mas não consigo… olho as fotos e penso nela com carinho e fico imaginando histórias de acordo com as que ouço do meu pai, família e das amigas dela que me encontram e falam “Mas é a cara da mãe!”… (Aliás essa frase é engrçada… acho que sou meio a meio, pois muitos falam “É a cara do pai”… mas fugi do assunto… Lembro de um tio querido e divertido que se foi faz tempo… De outras pessoas não me lembro… de outras lembro… Tenho lembrado com mais frequencia da minha avó materna, que morreu recentemente… Acho que foi um alívio para ela, mas sinto muitas saudades e muita falta, pois nossa relação era próxima, visto que minha mãe, filha dela, morreu… E ainda fico triste, em alguns momentos… (continua abaixo).

12/07/2006 20:20

[Ma]
Mas, minhas recordações são no dia-a-dia… nunca vou a cemitérios para “visitar” ninguém, pois acredito que não há ninguém lá… só pó e ossos que, um dia, foram habitados pela alma de alguém, não me diz nada… Mentalizo pensamentos e situações, invento, direciono beijos e abraços para quem quero… e me sinto bem assim… É isso! Seu post me emocionou, e fez fluir em mim toda essa vontade de escrever… talvez merecesse um post no meu blog…. mas sem pressa e sem cobranças ou promessas… quem sabe… Beijos mil e obrigada por estar a meu lado!

12/07/2006 20:19

[Fefa]
Engraçado, eu não me lembro só das pessoas que se foram, me lembro também das que ainda estão por aqui, mas não vejo com tanta frequência, me lembro das que vi ontem, das que vejo sempre. Saudade é uma coisa boa para mim! Acho que é muito boa essa sensação, principalmente por ter história para contar! Adorei seu texto! bjs

12/07/2006 13:23

[Trotta]
Tenho essa sensação toda vez que vou ao Parque Ibirapuera. Em 100% das vezes, lembro da minha mãe me forçando a fazer exercícios quando eu era criançinho.

12/07/2006 11:43

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: