h1

Como é estranho

28 setembro, 2007

Aconteceu o que é inevitável, o destino se cumpriu, encontrou o único mal irremediável, que todo ser vivo está fadado a enfrentar, que coloca todo mundo no mesmo nível, por que tudo que vive…

Morre.

Hoje meu colega de trabalho se foi, este colega em especial é alguém que conseguiu se dar bem com todos da sala, com todos que se relacionava, toda manhã quando chegava dizia: “Bom dias crianças do meu Brasil varonil!”, quando ia embora brincava: “Depois de oito horas de trabalhos forças, e de acordo com as normas internacionais de trabalhos forçados… Tchau” ou então: “Amigos, eu queria muito ficar com vocês até as vinte horas, ou até mais tarde, mas infelizmente hoje eu não posso! Chalon”.
Uma pessoa de caráter, correta e da qual eu gostava muito.
Ainda agora não caiu a fixa direito, estou meio que esperando ver ele chegar, brincando, rindo e fazendo rir, como sempre foi.

Djaildo, obrigado pela sua amizade, pelos seus conselhos e principalmente pelo seu exemplo de “HOMEM” e “PAI”. Descanse em paz e que Deus te guarde!

Foi, é e Sempre Será uma honra poder te chamar de amigo!!!

Anúncios

7 comentários

  1. Achei seu texto muito bom!!
    Passou sentimento, passou perplexidade diante do inevitável… muito bom mesmo!

    Mas é a única certeza que temos na vida… a de que todos morreremos quando chegar nossa hora!


  2. Nossa, esse tipo de situação sempre me atinge feito uma pedrada, e me faz lembrar como as coisas são realmente imprevisíveis. Espero que vc esteja bem.


  3. Ah… que pena, Bodas… sinto muito… a morte de uma pessoa querida abala nossas estruturas, né?


  4. é realmente inevitável a morte!passei por essa experiência algumas vezes,é triste o sofrimento que ela nos causa principalmente quando quem se vai é uma pessoa muito querida,nós vemos q realmente diante dela nos tornamos impotente.esquecer não se esquece nunca,mais nos acostumamos com a ausência.fica bem tá?!vai passar…tenha uma ótima semana!!!aguardo a sua visitinha!beijos!!!


  5. Olá Rodrigo.
    Ainda não tinha comentado antes, porém já havia lido outras postagens. Esta em particular foi de encontro com o sentimento geral dos meus amigos deste lado da Zona Norte Paulistana. Perdemos um grande amigo também na sexta feira, destes homens raros no mundo. Acredito que seu amigo era assim também.
    Por partilhar da mesma dor e nunca nós conformarmos com as perdas mesmo sendo inevitáveis; vamos continuando…


  6. Essa é mesmo uma situação muito difícil. Nos vemos de mãos atadas diante do fato, perplexos.

    Nesses casos tento pensar que Deus sabe o que faz e se o levou para perto Dele e porque era chegada a hora.

    E que essas lembranças fiquem guardadas para sempre com você.

    E que Deus possa confortar a família e os amigos da maneira menos dolorosa possível.


  7. Obrigado a todos pelo sentimento e carinho!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: