h1

Diferença sem diferença

4 março, 2008

rama-kandra-neo-sati.jpg

Você é de lá
Sou… Não… Digo… Eu era…
Por que saiu de lá?
Eu tive que.
Precisei deixar minha casa também.
Sathy por favor, deixe o pobre homem em paz.
Sim Papai.
Desculpe, ela é muito curiosa.
Eu lembro de você.
Sim, lá do restaurante do francês.
Eu sou Rama-Candra, está é minha esposa Camala e minha filha Sathy. É uma honra conhece-lo.
Vocês são?
Ah sim, eu sou diretor de usinas de reciclagem e Minha esposa é programadora de SoftWares interativos, ela é muito criativa.
O que faz aqui? Seu lugar não é este.
Ah, desculpe… Minha esposa é muito direta.
Tudo bem. Eu não sei a resposta. E nem ao menos sei onde é aqui.
Aqui não é nenhum lugar. Está entre o seu mundo e o nosso.
Quem é o guardião daqui?
Ele trabalha para o Francês.
Eu sabia que ia dizer isso.
O Francês não esquece e também não perdoá.
Você o conhece?
Eu conheço só o que preciso conhecer… Eu sei que se você têm alguma coisa que não pode ficar em nosso mundo e leva-la para o seu, algo que não seja de lá, é preciso falar com o Francês.
É por isto que está aqui?
Rama por favor…
Eu não quero ser rude. Ele pode não ver outro rosto pelo resto da vida.
Desculpe, não precisa responder.
Não, eu não me importo. a resposta é simples.
Amo muito minha filha, para mim ela é a coisa mais linda que já vi. Mas de onde venho isso não é o bastante.
Tudo têm que ter um propósito, se não é destruído.
Então fui pedir ao Francês que salva-se minha filha.
Não está entendendo?
É que eu nunca…
Ouviu-nos falar de amor?
É uma emoção humana.
Não. É uma palavra. O que importa é a conexão que a palavra significa.
Eu vejo que está amando.
Você poderia me dizer o que daria para manter está conexão?
Qualquer coisa…
Então talvez a razão de você estar aqui não seja tão diferente da minha.

matrix_08_s.jpg

Quando ele virá?
Ele já está atrasado… Ele não costuma se atrasar…
Acha que pode ter alguma relação comigo?
Quem pode dizer… Somente o Oráculo…
Conhece o Oráculo?
Todos conhecem o Oráculo. Eu falei com ele antes de ir ao Francês.
Ele cuidará de Sathy depois que nos despedirmos.
Despedir? Não vai ficar com ela?
Não é possível. Nosso acordo com o Francês foi somente para nossa filha.
Minha esposa e eu temos que voltar.
Por que?
Por que é nosso Carma!
Você acredita em Carma?
Carma é uma palavra. Assim como amor.
Uma maneira de dizer “O que é que vim fazer aqui?”.
Eu não repudio meu carma, sou grato, grato pela minha esposa maravilhosa, nossa linda filha.
Elas são presentes e faço o que é preciso para merece-las.

Anúncios

3 comentários

  1. Cê tá brincando que escreveu tudo isso de cabeça, né?! O.o


  2. “Tudo tem que ter um propósito”. Realmente!


  3. Deve ser dos melhores diálogos da trilogia.
    Vejo-os todos de seguida, mas não consigo decorar assim os diálogos…



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: