h1

Blogueiro é mais confiável que Jornalista?

9 julho, 2008

Blogueiros e jornalistas fazem matérias, falam sobre assuntos polêmicos.
Mas o primeiro escreve por que gosta e, na maioria das vezes, sobre assuntos da sua realidade ou assuntos que estão na mídia e que acabam pedindo uma posição de cada um, já o segundo recebe para falar sobre todos os assuntos da pauta.
O jornalista tem diploma e estuda técnicas, didáticas, estruturas e coisas assim, mas, mais importante do que isso, aprende o que é ético, correto de se escrever e fazer.
O blogueiro não necessariamente tem essa formação acadêmica, mas ele muitas vezes tem um compromisso pessoal, com seus amigos, leitores que acompanham e lêem seu blog.
Mas hoje existe uma coisa curiosa, no mínimo, acontecendo: as pessoas têm acreditado cada vez mais em blogs e menos na imprensa convencional…
Por quê isso?
Simplesmente porque os blogueiros falam o que pensam, são autênticos, muitas vezes sem amarras políticas ou de empresas e marcas, o que já não acontece com o jornalista todo o tempo. Muitas vezes, é nítido que jornalistas são tolhidos do seu direito de escrever e falar pela empresa que representam, por políticos relacionados, marcas, etc…
O blogueiro tem a liberdade de escrever o que pensa sem amarra alguma, manifestando inclusive opiniões não convencionais, ou diferentes da mostrada como sendo a maioria.
Sei que posso estar sendo passional; afinal, sou só mais um blogueiro. Mas esse estudo foi mostrado em diversos jornais: de que as pessoas estão realmente confiando cada vez mais nas informações disponibilizadas em blogs.

Anúncios

7 comentários

  1. Diz que o bom jornalista não pode emitir opinião. O bom blogueiro DEVE.

    Sem dúvida!


  2. Os jornalistas deveriam ser todos imparciais. Mas muitos não são pelos motivos citados em seu texto. Omitem/distorcem notícias ao bel-prazer de seu chefes.

    Talvez essa seja uma razão para o declínio da confiança neles.

    Já os blogueiros emitem suas opiniões. Mas tb não da para garantir que falam sempre a verdade.

    Dúvida cruel.

    Não há dúvida! Sou mais blogers!


  3. Parabéns pelo belo post, muito bem escrito.Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras.Sua visita será uma honra.


  4. Um bom texto jornalístico é aquele baseado nos fatos e totalmente imparcial, sem omitir de forma alguma a opinião do jornalista a respeito do assunto em questão. Acredito que o blogueiro não tem que seguir essa linha, não tem esse compromisso, e o texto bom de ler em blogs é aquele leve, onde qualquer assunto seja gostoso de ler, com ou sem a opinião do escritor.

    Infelizmente toda profissão, ou quase toda, é preciso ter um certo jogo de cintura quando acontece da nossa opinião divergir da opinião do chefe ou dono da empresa. É uma pena!

    Eu realmente acho que a emprensa como conhecemos hoje está fadada perder campo para essa coisa mais pessoa dos blog’s.


  5. Olha, taí uma boa questão.
    Eeeeeeeeeuuuu, euzinha duvido muito de tudo e todos então não opinarei por mim. Mas que essa “fidelização” de trocas de informações entre leitor e blogueiro é real, é sim. Agora o porquê é variável mesmo.
    Mããããs, acho que matamos a charada quando colocamos a palavra “pessoal” no meio. Quanto mais o vínculo de informações é pessoal acho que mais confiável ele torna-se para os leitores.
    Abraço

    Pessoal é realmente a chave da charada!


  6. Como nova estudante de jornalismo, devo dizer que acredito que os blogs hoje sirvam mais como uma fonte alternativa de informação. Não acho que seja a fonte mais confiável, assim como nenhum grande jornal ou grande revista deva ser a única fonte aonde a pessoa busca se informar.

    Agora vc falou em algo muito muito importante: ética. Apesar de mtos jornalistas esquecerem dela de vez em quando, é pela ética que ele deverIA se guiar. O blogueiro, no entanto, se guia pela sua opinião. É algo bem mais impessoal.

    Assim penso eu… sei lá!

    Ahhh, vc é opinião parcialissima então! XP
    Não acho que blog’s são a única fonte de informação de ninguém mas acho sim que por serem pessoais e serem lidos justamente por este motivo, fica muito mais fácil saber a realidade através deles, sem filtros políticos e/ou morais. É uma informação mais nua e crua. com direito a pitaco e tudo mais.


  7. Eu acredito que essa fidelidade por parte do leitor/blogueiro seja uma realidade muito longe de acontecer.

    Blogs não são tão populares assim; os mais procurados são direcionados ao entretenimento e download. E muitos blogs têm suas pretensões também, é lógico. Maior acesso está entre elas, seja através da emissão de uma opinião pessoal e egoísta a respeito de qualquer assunto recente na mídia, ou qualquer outra coisa que CHAME a atenção.

    “As pessoas têm acreditado cada vez mais em blogs e menos na imprensa convencional…” (???). De onde vem essa afirmação? Há alguma base para se dizer algo tão vazio? Pelo amor de Deus, agora virou moda jogar todos os profissionais de uma área em um saco e fazer uma mistura homogênea? E os grandes jornalistas do país, onde ficam? Suas colunas nos maiores jornais, suas contribuições para a formação da liberdade de expressão por toda a história?

    Muito fraco esse texto. Sou blogueiro, mas estou longe de todo esse pretensionismo. Existem blogueiros bons e ruins e jornalistas bons e ruins. Cada um no seu canto. Só isso.

    Ponham os pés no chão, por favor.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: